Buscar
  • Marcos Galasso

Sou médico com mais de 40 anos. O Canadá é pra mim?


Olá pessoal, Dr. Marcos aqui!


Hoje vou falar um pouco sobre qual seria a melhor época da vida, ou melhor idade para imigrar aqui para o Canadá, e, principalmente, se essa é é uma boa opção para uma pessoa um pouco mais velha (por exemplo, 10-20 anos de formado). Confira meu vídeo!


Bom, antes de começar meu clinical fellowship, eu trabalhei quase 4 anos com pesquisa médica aqui no Canadá e uma das coisas que me chamou bastante atenção foi o fato de muitas pessoas que trabalhavam no laboratório tinham mais de 40 anos! Antes de vir pra cá eu não imaginava que essa seria a realidade, eu acreditava que a maioria das pessoas trabalhando no lab com pesquisa seriam mais novas (na faixa dos 30 anos ou entre 30 e 40 anos), mas observei muitas pessoas na faixa de 40 anos e algumas até com mais de 50 anos. A maioria dessas pessoas buscava completar uma pós-graduação e/ou desenvolver algum tipo de trabalho científico. Em alguns casos, essas pessoas eram professores no seu país de origem e precisavam/gostariam de ter uma experiência internacional; em outros casos, elas conseguiram uma bolsa ou auxílio da sua intituição de origem.


Equipe do laboratório de pesquisa que fiz parte aqui em Toronto!

Mas tinha também o caso de profissionais de outros países (por exemplo, Japão, China, Índia, e outros brasileiros), que já haviam se formado há algum tempo e estavam estabelecidos, atuando como médicos, mas sentiram vontade de passar um período (às vezes, 1-2 anos, ou até mais) fora de seu país, ou seja, decidiram que queriam ter essa experiência internacional fazendo pesquisa. E, geralmente, essas pessoas trazem seus filhos e toda sua família, e o comentário comum é que eles sempre pensavam nos filhos ao tomar essa decisão de imigrar. Uma coisa muito interessante aqui do Canadá é que, independente da posição que vc venha trabalhar aqui (pesquisa, clinical fellowhsip, ou qualquer outra área), a partir do primeiro dia que você está trabalhando legalmente aqui, os seus filhos têm o direito de frequentar a escola pública! Então, muitas pessoas encaram imigrar pra cá como uma oportunidade de garantir, mesmo que por um certo tempo, que seus filhos tenham uma educação canadense, bilígue, etc.. E isso acaba pesando bastante na decisão dessas pessoas!


No meu caso, o objetivo de vir pra cá era muito mais a minha carreira! Mesmo assim, eu concordo que, devido aos ganhos secundários que essas pessoas têm ao vir pra cá (seus filhos estudarem aqui, ou a sua família viver num país de primeiro mundo por um período), essa é uma decisão que vale a pena! E essas pessoas com mais de 40 (e até 50 anos) gostam muito de morar aqui! Não porque elas terão a oportunidade de ganhar muito dinheiro, porque isso não vai acontecer, provavelmente, você vai ter uma bolsa (quase que de um residente), mas as pessoas não ligam pra isso e ligam muito mais para esses ganhos secundários. Então, na minha opinião, imigrar para o Canadá mesmo estando mais velho e já tendo uma carreira estabelecida no Brasil, ou no seu país de origem, vale a pena!


E eu gostaria de concluir esse post dizendo que eu acho que o médico brasileiro, de uma forma geral, não pensa tanto em se internacionalizar. E esse é um movimento que eu gostaria de começar, um movimento de internacionalização do médico brasileiro! Gostaria de mostrar que ao tomar essa decisão, apesar de você deixar pra trás sua clínica, sua vida mais estabelecida e um salário muito bom, você terá esses (e muitos outros!) ganhos secundários, às vezes intangíveis, que são incalculáveis!


Bom, é isso! Espero que tenham gostado desse contéudo!


Um abraço,


Dr. Marcos



0 visualização